EXCELENTES OPORTUNIDADES PARA INVESTIMENTOS RENTÁVEIS.

EXCELENTES OPORTUNIDADES PARA INVESTIMENTOS RENTÁVEIS.

EXCELENTES OPORTUNIDADES PARA INVESTIMENTOS RENTÁVEIS.

Este é o primeiro artigo de uma série que toma por base o estudo: “Brasil Sustentável – Potencialidades do Mercado Habitacional”, realizado em conjunto pela Ernst & Young e a Fundação Getúlio Vargas. Graças a este trabalho podemos analisar a situação do mercado imobiliário e fazer algumas projeções sobre as demandas por habitações nos próximos anos e como elas serão supridas, gerando excelentes oportunidades de investimento.

Em termos práticos, a construção civil desempenha um papel estratégico na promoção da qualidade de vida e na criação de boas oportunidades para trabalho e investimento.

INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS NO HORIZONTE DA ECONOMIA

Mais importante do que questionar se o Brasil vai crescer muito ou pouco, o estudo referido procurou apontar os caminhos para que o país cresça bem. Porque entender a realidade é o primeiro passo para atender as demandas do mercado de imóveis onde há espaço tanto para os planos governamentais como para as ações da iniciativa privada.

O Brasil possui hoje um enorme potencial de mercado no setor imobiliário, o que tem atraído alguns dos maiores investidores estrangeiros que, atualmente, despejam milhões de dólares em nossa economia. Também no âmbito interno, cada vez mais empresas e pessoas tem apostado no desenvolvimento do setor para investir suas economias visando ótimos retornos financeiros em médio e longo prazo.

A REALIDADE BRASILEIRA

O que se vê na área habitacional mostra a grande importância de investimentos na construção de novas moradias e também em projetos relacionados com a manutenção e a reforma dos imóveis já existentes.

Nos últimos 20 anos nós tivemos um evidente desequilíbrio. Por um lado a grande velocidade no aumento da demanda, e por outro o ritmo lento de investimentos na área da construção. Mas o que se viu até agora por aqui, e em outros países com perfil semelhante ao nosso, permite que se faça uma generalização! Economias com maior investimento habitacional sustentam taxas de crescimento mais elevadas.

A REALIDADE MUNDIAL

Em todos os países em que houve aumento dos investimentos em moradias, ocorreram mudanças importantes nos sistemas de financiamento. Quando o governo adota medidas práticas para assegurar um acesso mais rápido e desburocratizado ao crédito o setor imobiliário se beneficia aquecendo a economia.

O crescimento da economia global foi alimentado em boa medida pela aplicação de recursos em moradias. Na união europeia os países eliminaram os controles sobre as taxas de juros criando um ambiente muito favorável para o aumento do número de construções. O que aconteceu por lá nos ensina que o caminho para o desenvolvimento do setor passa pela redução das taxas de juros, e a construção de casas e apartamentos personalizados para atender as necessidades das pessoas, de acordo com fatores como a faixa etária, escolaridade e número de pessoas por núcleo familiar. 

A CRISE AMERICANA NO INICIO DO NOVO MILÊNIO

O aumento da procura por imóveis em anos recentes levou à elevação exagerada dos preços em muitos mercados. Especialmente nos Estados Unidos essa tendência alcançou níveis insustentáveis. Preços exorbitantes aliados a uma política de concessão fácil de crédito levaram ao estouro da “bolha”; motivado pelo aumento da inadimplência que ocasionou sérios problemas aos bancos. E essa crise financeira forçou uma profunda redução dos investimentos residenciais e uma mudança de mentalidade dos investidores.

PERSPECTIVAS DE INVESTIMENTO EXTERNO NO BRASIL

Com a crise americana e a diminuição da demanda na Europa, os olhos dos investidores passaram a procurar novos mercados em países como o México, o Brasil, a China e a Índia. Ao destinar dinheiro para essas economias, os investidores analisam a política de crédito, os índices econômicos, o nível de renda e o perfil da população. O Brasil entrou nessa lista por que oferece boas condições em todos esses aspectos.

  Além disso, os sistemas de financiamento habitacional brasileiro têm tido algumas melhorias. Novas leis têm sido criadas para forçar a queda dos juros e para criar mecanismos de proteção para os investidores e compradores de imóveis em geral.

Para entender as motivações dessa entrada de dinheiro, devemos levar em conta que os fatores de risco que desencadearam a crise imobiliária nos países desenvolvidos não estão presentes no Brasil, onde as condições de concessão de crédito habitacional são muito mais restritivas e há um grande horizonte de demanda.

EXCELENTES OPORTUNIDADES PARA INVESTIMENTOS RENTÁVEIS

A projeção que se faz para o cenário de Passo Fundo, a base dos indicadores demográficos e econômicos mais recentes, nos leva ao fato de que há ainda muito espaço para investimentos habitacionais rentáveis nos próximos anos. Índices do IBGE apontam para os fatores que devem aquecer o setor imobiliário nos anos à frente em nossa região:

  1. O processo de formação de novas famílias, influenciado pela evolução da renda e pelo crescimento populacional;
  2. O déficit habitacional decorrente do não atendimento das necessidades de moradia ao longo dos anos;
  3. A depreciação, que vem da necessidade de reposição do estoque habitacional desgastado.

A relação entre o aumento do número de habitantes e a necessidade de construção de novas moradias é direta. O crescimento populacional, por sua vez, é determinado pela taxa de fertilidade da população, por sua mortalidade e por movimentos migratórios.

Em nosso universo há muito que se avançar em criar habitações adequadas às necessidades específicas dos jovens que formam suas famílias e desejam ter sua própria moradia; do casal na faixa dos 40 anos que se depara com o aumento da família e busca uma nova residência mais ampla; dos que abandonam o campo e procuram oportunidades na cidade e dos idosos que, por sua vez, demandam casas menores. Quem identifica essas necessidades pode investir hoje com segurança, tendo a certeza de um garantido retorno financeiro!

No próximo artigo, vamos analisar os fatores demográficos, a dinâmica socioeconômica e a mudança no perfil das pessoas que buscam por imóveis. Entender esses fatores e características é o que nos ajuda a escolher o imóvel ideal na hora de investir.

Babilon – Investimentos Imobiliários



Posts mais vistos

shares